MEMJD - Histórico


FOI ASSIM QUE TUDO COMEÇOU

Em 16 de outubro de 1947, Maria João de Deus, através do médium Levi Guerra, dita uma belíssima carta aos jovens espíritas.
Palavras de incentivo e rota à boa conduta do trabalho na seara do Cristo. Palavras que chegaram como boas sementes que mais tarde resultaria na criação da Mocidade Espírita Maria João de Deus. No ano seguinte, em 29 de setembro de 1948, em Belo Horizonte, durante ocasião festiva de posse da Diretoria da Mocidade Espírita Maria João de Deus, o médium Chico Xavier, psicografa um belo poema de Castro Alves. Nascia então, a Mocidade Espírita Maria João de Deus.
Escolhida como mentora, Maria João de Deus fora um patrimônio de exemplos espirituais de primeira grandeza. Encarnada, como mãe do nosso querido Chico Xavier, e após o desenlace do corpo material, mostrou sempre através dos exemplos um amor incondicional ao Cristo.
Após tantos anos de existência a mocidade busca os mesmos objetivos, que são “o estudo da Doutrina Espírita, levando o jovem à análise dos seus próprios atos, buscando seu aperfeiçoamento moral, sensibilizando-o à prática dos ensinamentos evangélicos, e conscientizando-o para a missão do Espiritismo”, e tudo isso num clima que possa corresponder às reais necessidades do jovem, despertando maior interesse pelo estudo e pelo convívio no Centro Espírita.
A mocidade se reúne aos sábados e/ou domingos, é a expressão da alegria, da expectativa de progresso e da confiança inabalável nos horizontes de uma doutrina de amor e paz.

Agora, mais do que nunca, você faz parte dessa história...